Pinterest

Explore Rochas, Yellow and more!

As Crisófitas também conhecida como algas douradas, são organismos unicelulares. Embora a maioria seja fotossintética, não são consideradas como verdadeiramente autotróficas uma vez que podem facultativamente se tornar heterotróficas na ausência de luz adequada.  Podem ser encontradas em ambiente terrestre, sobre solos e rochas úmidas. As Chrysophytas, apresentam como coloração predominante o amarelo, por isso serem conhecidas como algas douradas.

As Crisófitas também conhecida como algas douradas, são organismos unicelulares. Embora a maioria seja fotossintética, não são consideradas como verdadeiramente autotróficas uma vez que podem facultativamente se tornar heterotróficas na ausência de luz adequada. Podem ser encontradas em ambiente terrestre, sobre solos e rochas úmidas. As Chrysophytas, apresentam como coloração predominante o amarelo, por isso serem conhecidas como algas douradas.

samambaias são plantas vasculares que não produzem sementes - reproduzem-se por esporos, que dão origem a um indivíduo geralmente insignificante e de vida curta (o protalo), que por sua vez produz gâmetas para dar origem a uma nova planta.

samambaias são plantas vasculares que não produzem sementes - reproduzem-se por esporos, que dão origem a um indivíduo geralmente insignificante e de vida curta (o protalo), que por sua vez produz gâmetas para dar origem a uma nova planta.

Exemplos de esporófitos que ocorrem em pteridófitas.As pteridófitas são vegetais vasculares.pequenas e sem sementes, geralmente com alguns poucos centímetros de altura, vivendo em lugares úmidos e sombreados, atualmente divididas em quatro Filos: Psilophyta, Lycophyta, Sphenophyta e Pterophyta (o filo das samambaias).

Exemplos de esporófitos que ocorrem em pteridófitas.As pteridófitas são vegetais vasculares.pequenas e sem sementes, geralmente com alguns poucos centímetros de altura, vivendo em lugares úmidos e sombreados, atualmente divididas em quatro Filos: Psilophyta, Lycophyta, Sphenophyta e Pterophyta (o filo das samambaias).

Bacilariófitas - Faz parte do reino Protista, são algas unicelulares e na maioria das vezes são representadas pelas diatomáceas. Vivem em água doce e salgada, e geralmente se reproduzem por cissiparidade.

Bacilariófitas - Faz parte do reino Protista, são algas unicelulares e na maioria das vezes são representadas pelas diatomáceas. Vivem em água doce e salgada, e geralmente se reproduzem por cissiparidade.

Algas Vermelhas – Rodofíceas São pluricelulares, principalmente marinhas, fixando-se no fundo (bentônicas). Existe apenas um gênero de algas vermelhas na água doce. Os plastos possuem clorofila, mas o pigmento predominante é a ficoeritrina, ocorrendo também a ficocianina. As algas vermelhas podem fornecer uma mucilagem chamada ágar utilizada como meio de cultura para bactérias e na indústria farmacêutica.

Algas Vermelhas – Rodofíceas

Algas Vermelhas – Rodofíceas São pluricelulares, principalmente marinhas, fixando-se no fundo (bentônicas). Existe apenas um gênero de algas vermelhas na água doce. Os plastos possuem clorofila, mas o pigmento predominante é a ficoeritrina, ocorrendo também a ficocianina. As algas vermelhas podem fornecer uma mucilagem chamada ágar utilizada como meio de cultura para bactérias e na indústria farmacêutica.

Fern Leaf on Pixabay

Free Image on Pixabay - Green, Fern, Leaf, Natural

Fern Leaf on Pixabay

££leaves

This link won't take you directly to this beautiful image of hydrangea "petals" on deep fall leaves

As clorófitas compartilham características importantes com as plantas terrestres (embriófitas), como a presença de clorofilas a e b, reserva de carboidratos em forma de amido, parede celular constituída por celulose e o padrão de organização dos microtúbulos associados aos corpos basais (centríolos) na base dos flagelos.

Images and taxonomic descriptions of Microthamnion (Trebouxiophyceae, Chloropphyta)

Studies on the effect of bacterial endotoxins on asthma and other respiratory conditions

What are bacterial endotoxins and what effects do they produce in humans? Learn about this and the relationship between asthma and endotoxins.

As briófitas se reproduzem por metagênese, apresentando meiose espórica ou intermediária • Apresentam uma geração N denominada gametofítica, onde o gametófito é a estrutura formadora de gametas • A geração 2N é denominada esporofítica, cuja estrutura formadora de esporos recebe o nome de esporófito.

As briófitas se reproduzem por metagênese, apresentando meiose espórica ou intermediária • Apresentam uma geração N denominada gametofítica, onde o gametófito é a estrutura formadora de gametas • A geração 2N é denominada esporofítica, cuja estrutura formadora de esporos recebe o nome de esporófito.

Parte abaxial (inferior) da folha de uma pteridófita, evidenciando os soros repletos de esporângios com esporos. Essa fase da planta é denominada de esporófito e, diferentemente das briófitas, corresponde à fase duradoura do ciclo de vida. Eliane Jacinto.

Parte abaxial (inferior) da folha de uma pteridófita, evidenciando os soros repletos de esporângios com esporos. Essa fase da planta é denominada de esporófito e, diferentemente das briófitas, corresponde à fase duradoura do ciclo de vida. Eliane Jacinto.

Musgos (Bryophyta)  Os musgos são os maiores representantes das briófitas, apresentam 90.000 espécies já classificadas. São plantas avasculares e umbrófitas, ou seja, são desprovidas de vasos condutores de seiva e habitam ambientes sombrios e úmidos. Algumas espécies de musgos podem ser encontradas em habitats desérticos e ainda formarem extensos tapetes sobre rochas expostas. Apresentam rizoides, caulóides e filóides.

Musgos - Plantas Briófitas

Musgos (Bryophyta) Os musgos são os maiores representantes das briófitas, apresentam 90.000 espécies já classificadas. São plantas avasculares e umbrófitas, ou seja, são desprovidas de vasos condutores de seiva e habitam ambientes sombrios e úmidos. Algumas espécies de musgos podem ser encontradas em habitats desérticos e ainda formarem extensos tapetes sobre rochas expostas. Apresentam rizoides, caulóides e filóides.