Explore Saints and more!

Explore related topics

Santos, 01/01/1960. Pelé é barbeado por Didi, na barbearia em frente ao estádio da Vila Belmiro. Até hoje Didi é o barbeiro preferido de Pelé. Foto: Domício Pinheiro/AE

Santos, 01/01/1960. Pelé é barbeado por Didi, na barbearia em frente ao estádio da Vila Belmiro. Até hoje Didi é o barbeiro preferido de Pelé. Foto: Domício Pinheiro/AE

Gordon Banks - Formidável goleiro da seleção inglesa de 1970.Defendeu um  tiro de cabeça de Pelé que é considerada, até hoje,  a mais fantática defesa em todas as Copas! Uma pessoa simples  discreta, sem frescuras.

Gordon Banks - Formidável goleiro da seleção inglesa de 1970.Defendeu um tiro de cabeça de Pelé que é considerada, até hoje, a mais fantática defesa em todas as Copas! Uma pessoa simples discreta, sem frescuras.

Ônibus da Seleção Brasileira chega a Manchester para partida da Copa do Mundo de 1966; Djalma Santos aparece sentado na janela, no primeiro banco (à dir.), à frente de Pelé Foto: Getty Images

Ônibus da Seleção Brasileira chega a Manchester para partida da Copa do Mundo de 1966; Djalma Santos aparece sentado na janela, no primeiro banco (à dir.), à frente de Pelé Foto: Getty Images

Zizinho, maestro tricolor e ídolo de Pelé - Por Wender Peixoto (Fonte: SPFC.Net)

Zizinho, maestro tricolor e ídolo de Pelé - Por Wender Peixoto (Fonte: SPFC.Net)

Tostão!  Maior jogador do Cruzeiro de todos os tempos. Explodiu para o país em 1966, quando seu time ganhou a Taça Brasil contra o temível Santos de Pelé. Disputou as Copas de 1966 e de 1970, quando chegou a ser apontado como o maior craque da competição. Disputou sua última partida em 1973, aos 27 anos, quando agravou-se o problema de descolamento da retina, ocorrido em 1968.

Tostão! Maior jogador do Cruzeiro de todos os tempos. Explodiu para o país em 1966, quando seu time ganhou a Taça Brasil contra o temível Santos de Pelé. Disputou as Copas de 1966 e de 1970, quando chegou a ser apontado como o maior craque da competição. Disputou sua última partida em 1973, aos 27 anos, quando agravou-se o problema de descolamento da retina, ocorrido em 1968.

Alfredo di Stefano (# 9) apresenta Djalma Santos ao Duque de Edimburgo, Filipe (consorte da Rainha Elizabeth II), durante partida comemorativa entre a Seleção do Resto do Mundo e a Inglaterra no Estádio de Wembley, em 1963 Foto: AP

Alfredo di Stefano (# 9) apresenta Djalma Santos ao Duque de Edimburgo, Filipe (consorte da Rainha Elizabeth II), durante partida comemorativa entre a Seleção do Resto do Mundo e a Inglaterra no Estádio de Wembley, em 1963 Foto: AP

Pinterest
Search