Explore these ideas and much more!

Explore related topics

Sei um atalho perfeito com acesso directo ao meu sonho. E que entra directamente no meu sono. Segue-me que eu deixo que te percas. Ou que te encontres.  Vens? Ou tenho de ir buscar-te?  - Rita Leston -

Sei um atalho perfeito com acesso directo ao meu sonho. E que entra directamente no meu sono. Segue-me que eu deixo que te percas. Ou que te encontres. Vens? Ou tenho de ir buscar-te? - Rita Leston -

Amo-te sempre, mesmo que ausente. Amo-te, mesmo que não to diga todos os dias. Amo-te mesmo que calada. Amo-te mesmo que amar também seja isso: nada fazer ou dizer. Amo-te no silêncio dos dias e na calada da noite. Amo-te sem princípio ou fim, mas como uma extensão de mim. Amo-te quando to digo e com isso te irrito. Amo-te quando estou aqui ou quando fui ali. Amo-te de dentro do pensamento e do avesso do corpo. (...) Amo-te sempre. Amo-te ainda. És parte de mim, sabias? - Rita Leston -

Amo-te sempre, mesmo que ausente. Amo-te, mesmo que não to diga todos os dias. Amo-te mesmo que calada. Amo-te mesmo que amar também seja isso: nada fazer ou dizer. Amo-te no silêncio dos dias e na calada da noite. Amo-te sem princípio ou fim, mas como uma extensão de mim. Amo-te quando to digo e com isso te irrito. Amo-te quando estou aqui ou quando fui ali. Amo-te de dentro do pensamento e do avesso do corpo. (...) Amo-te sempre. Amo-te ainda. És parte de mim, sabias? - Rita Leston -

Shhh… Não penses muito. Deixa-te ir apenas. Deixa-te ir naquilo que te apetece. Naquilo que queres e precisas. No que anseias e sonhas. No que desejas. Deixa-te ir por onde achas que não existe caminho. Deixa-te vir buscar o teu sorriso de volta. Permite-te vir buscar o meu beijo que é teu.   Shhh…Não penses sequer.  Deixa-te ir apenas. Deixa-te vir a ti.  - Rita Leston -

Shhh… Não penses muito. Deixa-te ir apenas. Deixa-te ir naquilo que te apetece. Naquilo que queres e precisas. No que anseias e sonhas. No que desejas. Deixa-te ir por onde achas que não existe caminho. Deixa-te vir buscar o teu sorriso de volta. Permite-te vir buscar o meu beijo que é teu. Shhh…Não penses sequer. Deixa-te ir apenas. Deixa-te vir a ti. - Rita Leston -

Despe-te. Precisamos de falar. Despe-te dos teus medos. Das tuas inseguranças. Despe-te daquilo que não és tu e não te faz bem. Despe-te de preconceitos. Ideias feitas e juízos de valor. Despe-te dos outros e fica só tu.  Despe-te. Temos de falar. Despe-te e deixa só aquilo que és tu. Deixa aquilo que te apetece. Deixa aquilo que te faz bem. Deixa só aquilo por que te faz sentido lutar. Deixa o fundo de ti e daquilo que és e pretendes.  Despe-te. Eu deixei um nada vestido. Vamos falar?

Despe-te. Precisamos de falar. Despe-te dos teus medos. Das tuas inseguranças. Despe-te daquilo que não és tu e não te faz bem. Despe-te de preconceitos. Ideias feitas e juízos de valor. Despe-te dos outros e fica só tu. Despe-te. Temos de falar. Despe-te e deixa só aquilo que és tu. Deixa aquilo que te apetece. Deixa aquilo que te faz bem. Deixa só aquilo por que te faz sentido lutar. Deixa o fundo de ti e daquilo que és e pretendes. Despe-te. Eu deixei um nada vestido. Vamos falar?

E se eu te beijar?  Beijas-me de volta?  - Rita Leston -

E se eu te beijar? Beijas-me de volta? - Rita Leston -

É mais ou menos isto. Uma confusão. Uma baralhação. Um turbilhão de ideias e de quereres. Um misto de saudade desinquietante e vontade urgente. Um digo-não-digo, faço-não-faço, um vou-não-vou. Um apetece-me-tanto-mas-não-pode-ser. Um eu-não-te-deixo-ir-embora-mas-não-te-peço-para-vires. (...) Um emaranhado de paixão urgente e amor calmo. Tu e eu somos uma confusão. Calmamente desinquieta. Gritantemente calada. - Rita Leston -

É mais ou menos isto. Uma confusão. Uma baralhação. Um turbilhão de ideias e de quereres. Um misto de saudade desinquietante e vontade urgente. Um digo-não-digo, faço-não-faço, um vou-não-vou. Um apetece-me-tanto-mas-não-pode-ser. Um eu-não-te-deixo-ir-embora-mas-não-te-peço-para-vires. (...) Um emaranhado de paixão urgente e amor calmo. Tu e eu somos uma confusão. Calmamente desinquieta. Gritantemente calada. - Rita Leston -

.

"After you drink from tne cup, you will have no choice but to fufil my every wish," Kingston smiled evily as I laughed. "Relax dude, were all crazy. It's not a competiton." I countered and Kingston grabbed my hand. "I'm not crazy. I am right."

E foi assim na primeira vez que te vi: tive todas as certezas quando, frente a frente, pela primeira vez nos olhámos. Ou quando nos reencontrámos. Eu sorri-te com o olhar, tu ofereceste-me um sorriso rasgado.  (...)  E foi assim a primeira vez que te vi: apaixonei-me e tive a certeza que já te conhecia. Que o nosso amor não é daqui. É de lá de trás. De agora. E de ora em diante.  - Rita Leston -

E foi assim na primeira vez que te vi: tive todas as certezas quando, frente a frente, pela primeira vez nos olhámos. Ou quando nos reencontrámos. Eu sorri-te com o olhar, tu ofereceste-me um sorriso rasgado. (...) E foi assim a primeira vez que te vi: apaixonei-me e tive a certeza que já te conhecia. Que o nosso amor não é daqui. É de lá de trás. De agora. E de ora em diante. - Rita Leston -

Azar? Azar é não tentar, não é não conseguir chegar ao destino que queremos. Azar é não sair dos trilhos e ver o que está do outro lado da vida. Azar é cair e recusares levantar-te. Azar é cruzares-te com quem não queres e deixares que isso te faça mal. Azar não é nada acontecer, é não tomar a iniciativa. (...) Azar é não abraçares as coisas simples que te fazem feliz. Azar é esqueceres-te de quem és. Do que queres.  Azar é esqueceres-te de ti. - Rita Leston -

Azar? Azar é não tentar, não é não conseguir chegar ao destino que queremos. Azar é não sair dos trilhos e ver o que está do outro lado da vida. Azar é cair e recusares levantar-te. Azar é cruzares-te com quem não queres e deixares que isso te faça mal. Azar não é nada acontecer, é não tomar a iniciativa. (...) Azar é não abraçares as coisas simples que te fazem feliz. Azar é esqueceres-te de quem és. Do que queres. Azar é esqueceres-te de ti. - Rita Leston -

Pinterest • The world’s catalogue of ideas
Search